Minha tia solteira

Tenho uma tia que nunca se casou. Ela se dedicou a cuidar de meus avós até a morte deles, e desde então vive sozinha. Cumpriu um nobre propósito em sua vida, mas pagou o preço de viver sozinha e acabou se tornando uma pessoa bastante sistemática. Ela gosta muito de pendurar as fotos dos sobrinhos e sobrinhos-netos na parede. Mas quando os guris vão à casa dela, ela fica de cabelo em pé.

Casa de família sem criança é sempre limpa e arrumada, mas somente envelhece e não se renova. Casa com criança se renova, é mais alegre e divertida, mas às vezes fica bagunçada.

Reforma e avivamento são elementos da visitação do Espírito ao longo da História da Igreja. São necessários para a renovação espiritual da Casa de Deus, que é o seu povo. E, ao aprendermos nossa História, entendemos que todo mover causa sua parcela de excessos, meninices e uma certa bagunça. É justamente nesta época que os dons apostólico, profético, pastoral e de ensino se fazem necessários para colocar as coisas em ordem. E pela soberania de Deus, quando a poeira baixa, um legado permanece, não por aquilo que somos ou fazemos, mas apesar daquilo que somos e fazemos.

Se nos tornarmos pessoas ranzinzas e não quisermos lidar com a “desordem divina”, somente nos resta o culto à nostalgia e o tédio de contemplar as fotos daquilo que Deus fez no passado. Como resultado, a Igreja deixa de ser uma alegre família para se transformar em museu.

Onde não há bois o celeiro fica vazio, mas da força do boi vem a grande colheita ( Provérbios 14:4).

© Pão & Vinho - Alguns direitos reservados.
Pode ser republicado, parcial ou integralmente, desde que o conteúdo não seja alterado. É expressamente vedado o uso comercial desta ou qualquer outra obra de propriedade intelectual do autor.
Licença Creative Commons
Posted in Mensagens and tagged , , , , .